Como Consegui Aumentar As Visualizações Do Meu Site

27 Nov 2018 10:35
Tags

Back to list of posts

Full-Network-Region-Degree-Fruchterman-Reingold-12K-4000x4000-1024x1024.jpg

<h1>Google Lan&ccedil;a Vers&atilde;o Brasileira Do YouTube</h1>

<p>Um casal de blogueiros de Bras&iacute;lia faz sucesso pela internet ao expor de forma aberta e comunicativa sobre carinho, sexo e relacionamento. Nas redes sociais, o canal do “Mete a Colher” conta com mais de cem 1000 registrados e alguns filmes ultrapassam 150 mil visualiza&ccedil;&otilde;es. O reconhecimento do p&uacute;blico despertou a curiosidade at&eacute; de emissoras de tv.</p>

<p>Em 2013, Bianca Soeiro Beleosoff, de trinta anos, e H&eacute;lmiton Ferreira Lins, de 39, participaram de um programa de Televis&atilde;o. — A gente nunca tinha divulgado nossa imagem. Somos t&iacute;midos e fic&aacute;vamos com desonra de apresentar o rosto. ] ‘vamos come&ccedil;ar a treinar, comprovar a cara por causa de a gente necessita perder a vergonha’, alegou Bianca. A ideia do &quot;Mete a Colher&quot; surgiu em 2010 mais ou menos por acaso, conta a blogueira. Segundo ela, por conversar sempre de forma espont&acirc;nea e sem tabus a respeito os mais diferentes focos, ela e o marido publicavam suas diverg&ecirc;ncias no universo virtual e pediam a posi&ccedil;&atilde;o dos internautas. A receptividade foi t&atilde;o imediata que o casal decidiu fazer um site para que as pessoas, ao oposto do ditado popular “em disputa de marido e mulher, ningu&eacute;m mete a colher”, pudessem “meter a colher” e doar tuas considera&ccedil;&otilde;es. ]. Come&ccedil;amos a ganhar e-mails pedindo para a gente “meter a colher” na vida deles, diz Bianca. O &quot;Mete a Colher&quot; tem mais de 56 1 mil curtidas no Facebook e est&aacute; presente no Instagram e Twitter.</p>

<p>O blog recebe uma m&eacute;dia de 15 e-mails por dia com os mais variados tipos de d&uacute;vidas sobre isso relacionamento e sexo. O casal seleciona alguns casos e publica no website, sem apresentar os nomes dos remetentes. No website, H&eacute;lmiton, denominado como M&ocirc;re e representado por um bonequinho de cor azul, fornece a vis&atilde;o masculina a respeito do e-mail escolhido. Bianca, conhecida como a bonequinha rosa chamada Neguinha, assim como deixa teu ponto de vis&atilde;o.</p>

<p>No Youtube, o casal aborda t&oacute;picos que ir&atilde;o desde constrangimentos e ocorr&ecirc;ncias engra&ccedil;adas ao longo do sexo at&eacute; detalhes relacionados &agrave; trai&ccedil;&atilde;o, ci&uacute;mes e relacionamento com os filhos. Na experi&ecirc;ncia no website, Bianca considera que o brasileiro ainda tem receio de deixar claro de umas perguntas e prefere v&aacute;rias vezes ficar “preso” ao politicamente certo.</p>

<p>] falam abertamente, por&eacute;m mostrando a cara, o rosto, n&atilde;o. Os brasileiros ainda s&atilde;o muito pudicos, se preocupam em passar uma imagem cheia de pudores, do politicamente correto que algumas vezes n&atilde;o condiz com a realidade do casal. E tamb&eacute;m curiosidades e fatos engra&ccedil;ados, o &quot;Mete a Colher&quot; bem como recebe e-mails pol&ecirc;micos e complexos, como o caso de um menino de 17 anos que dizia constatar atra&ccedil;&atilde;o pelo respectivo pai. Nesse caso espec&iacute;fico, Neguinha se negou a fazer cada tipo de an&aacute;lise e cedeu a vez pra uma psic&oacute;loga opinar.</p>

<p>Neste instante M&ocirc;re acreditava que o e-mail era falso e acabou pedindo pra pessoa usar a &quot;criatividade&quot; em casa com a parceira. Algumas surpresas e descobertas fazem parte do cotidiano dos criadores do &quot;Mete a Colher&quot;. Uma delas, de acordo com Biana, diz respeito a cantadas. Segundo ela, ao oposto do que se pensava, as mulheres s&atilde;o bem diretas e expl&iacute;citas nas cantadas que exercem a H&eacute;lmiton Lins, principalmente ap&oacute;s a divulga&ccedil;&atilde;o dos v&iacute;deos no Youtube.</p>
<ol>
<li>82: A&ccedil;&uacute;car ou ado&ccedil;ante</li>
<li>Lu Ferreira</li>
<li>No que voc&ecirc; acredita</li>
<li>Mundo &Aacute;frica</li>
<li>Tarc&iacute;sioTS 12:42, 9 Dezembro 2006 (UTC)</li>
</ol>

<p>— A todo o momento tivemos aquela ideia de que os homens em geral n&atilde;o respeitam a mulher alheia e que as mulheres seriam mais contidas no momento em que falamos de &quot;ir uma cantada&quot;. ] as mulheres n&atilde;o possuem o menor pudor ao atravessar uma cantada descarada - ou at&eacute; j&aacute; baixa - no M&ocirc;re, durante o tempo que os homens, quando me elogiam, geralmente iniciam o elogio com um &quot;com todo respeito, M&ocirc;re&quot;. Eles s&atilde;o bem mais respeitadores e cuidadosos antes de fazerem um elogio do que as mulheres. Bianca conta assim como que constantemente recebe mensagens de pessoas tentando localizar se o e-mail assediado nas m&iacute;dias sociais do site &eacute; de teu parceiro ou parceira.</p>

<p>Como os autores dos e-mails n&atilde;o s&atilde;o revelados, os internautas que se identificam com o caso tentam aquiri-los esbo&ccedil;ando hist&oacute;rias. — &Eacute; como se receb&ecirc;ssemos um email de uma mulher informando que tra&iacute;a o marido dado que ele n&atilde;o a satisfazia na cama. O sucesso do “Mete a Colher” n&atilde;o era esperado pelo casal, apesar de que Bianca afirme que todo mundo trabalha em procura de reconhecimento.</p>

Comments: 0

Add a New Comment

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License